Diário do Debatedor #02: Formatos de Debate

O debate competitivo é uma prática adotada em diversos países do mundo, o que faz com que nós tenhamos um número gigantesco de modelos de debate diferentes, cada qual com a sua especificidade. Eu separei aqui, então, alguns dos formatos de debate mais comuns (ou mais legais) que eu achei por aí para mostrar para vocês.

(E se quiserem saber mais sobre isso, podem olhar aqui e aqui.)

1) Lincoln-Douglas: Muito utilizado em escolas secundárias americanas, é baseado na série de debates ocorridos entre os candidatos a Senador Abraham Lincoln e Stephen Douglas em 1858. É um modelo simples, que coloca um debatedor contra o outro, discutindo aspectos mais morais e filosóficos das moções apresentadas. O objetivo primordial é que o debatedor apresente uma linha de defesa baseada na moral e na filosofia que seja coerente, que não tenha furos óbvios e seja difícil de ser rebatida.

2) Karl-Popper: Mais famoso da Europa Central, Leste Europeu e alguns países da região central da África, o modelo opõe dois times de 3 debatedores em cada lado. Existe um momento, durante o debate, para o chamado Cross Examination – alguns debatedores de um lado podem fazer perguntas para o lado oposto.

3) Australasia: Também opõe dois times de 3 pessoas, mas aqui, cada um dos debatedores possui uma função a cumprir no seu discurso. É aplicado principalmente em escolas secundárias da Austália, Nova Zelândia e alguns países da Ásia.

4) Oxford-Style: É o modelo utilizado nos debates dentro da Oxford Union (sociedade de debates da Universidade de Oxford). Também é um debate “one-on-one”, ou seja, um debatedor de cada lado da discussão. Aqui, a plateia tem um papel decisivo na hora de indicar o vencedor: a audiência realiza uma votação sobre o tema (a favor, contra ou sem opinião) ANTES do debate; o debate é realizado e cada debatedor apresenta uma fala inicial de 7 minutos, há momento para perguntas da plateia, e, após, fazem um encerramento de 2 minutos cada; no final, a plateia deve votar NOVAMENTE (a favor, contra ou sem opinião). Vence o debatedor que conseguiu fazer com que uma porcentagem maior das pessoas “mudassem de lado”.

5) Paris-Style: Modelo de debates que opõe 2 times, cada um com 5 participantes. Cada um dos debatedores fala por 6 minutos, uma vez, e é permitido fazer perguntas para aquele que está discursando através dos Pontos de Informação (que o debatedor por ou não aceitar).

6) Parliamentary: É o modelo de debates mais utilizado no mundo (principalmente na sua versão British Parliamentary), sendo o escolhido para as competições do Mundial de Debates (WUDC) e do Campeonato Brasileiro de Debates (organizado pelo IBD). São 4 duplas, 2 de cada lado da moção, que só é anunciada 15 minutos antes do debate começar. Cada debatedor discursa por 7 minutos e as interações entre eles também são feitas por meio dos Pontos de Informação. É um modelo de debate bastante focado no “Legislativo” e como esse poder se comportaria diante de tal tema.

Agora é só decidir qual modelo de debate mais se encaixa no perfil da sua sociedade de debates e começar a debater!

Um beijo e até a próxima.

Malu Chan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s