Simulação das Nações Unidas

Ou Modelos das Nações Unidas, Modelos Universitários, Modelos ou simplesmente Simulações.

65c9e5_059ac3dfe0d44ac599812bbea6e1704c.pngComo o próprio nome já diz, é uma convenção ou encontro onde as pessoas que ali estão simulam uma reunião da ONU ou de algum outro órgão internacional ou até mesmo alguma reunião história, etc. Os delegados ali presentes não representam suas próprias opiniões ou interesses, mas sim as opiniões e interesses do país ou pessoa que estão representando.

Antes de começar a trabalhar com debate competitivo, era nesse tipo de coisa que eu estava envolvida, principalmente durante meu ensino médio.

(Nerd, eu? Imagina!)

Meu primeiro modelo foi uma recriação de um gabinete nazista, onde decidimos pela invasão à França e à Rússia, com alguns saltos de tempo sensacionais durante o evento.

Naquela época, as simulações estavam começando a realmente conquistar o pessoal lá no colégio. Em 2006, o pessoal do meu colégio criou sua simulação interna (chamada de CM Mundi), da qual eu fui diretora e secretária geral em 2009. Além disso, eu participei da organização do evento em 2011 e 2012, mesmo depois de já ter formado.

Em resumo: eu era MUITO viciada nesse negócio. No total, já participei de mais de 15 comitês, em várias posições diferentes.

Uma das coisas que eu mais gostava sobre as simulações era a empatia que ela gerava. É muito difícil você estudar a história e o costume de um país e não entender melhor o seu povo. Elas realmente proporcionam aquela experiência de você se colocar no lugar do outro e descobrir porque ele pensa daquela forma.

Agora, sem nenhuma falsidade, a melhor parte de toda simulação, é claro, são as pérolas. O “nhé” que eu uso muito nos meus vídeos, por exemplo, veio de uma pérola de simulação.

A melhor pérola de simulação que eu já vi, contudo, ocorreu durante a minha primeira Mini-Onu. Nós estávamos discutindo uma das cláusulas do nosso documento final, que tinha um número enorme (algo do tipo 4.3.5.2). Esse era o único problema do documento que ainda faltava para conseguirmos terminar o comitê, mas era uma cláusula muito problemática. Logo ficou cansativo ficar repetindo esse número gigante o tempo todo e alguém propôs que nós nos referíssemos à esta cláusula simplesmente como “cláusula X”. Todos concordamos e, a partir daquele momento, só falamos da “cláusula X”.224173_1694635131858_2318422_n.jpg

Em um determinado momento, um dos delegados termina o seu discurso falando as palavras “cláusula X” (algo como “não vamos poder fazer isso por causa da cláusula X”). No segundo de silêncio que seguiu ao fim do discurso dele, o diretor do comitê solta um “aquela que se misturada com açúcar, tempero e tudo que há de bom, resultará nas meninas superpoderosas” com uma voz muito séria.

Meu comitê explodiu.

A situação foi tão engraçada que demorou uns 15 minutos para que a ordem fosse restabelecida.

E você? Qual foi a pérola mais engraçada que você já ouviu?

Um beijo e até a próxima.

Malu Chan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s